segunda-feira, 28 de fevereiro de 2011

Defesa Civil reduz estágio de Atenção para Vigilância em Friburgo

O coordenador da Defesa Civil de Nova Friburgo (DC-NF), cel. Roberto Robadey, informa que a previsão meteorológica para hoje, 28, e amanhã, 1º de março, é de chuva moderada.

Robadey reitera que não há motivo para o órgão decretar estágio de Alerta. Pelos critérios do Instituto Estadual do Ambiente (INEA), o estágio de Atenção deflagrado na semana passada foi reduzido para apenas de Vigilância.

A Defesa Civil solicita mais uma vez que, em caso de chuva, as pessoas que residem em áreas de risco devem procurar locais seguros. “Em hipótese alguma deve haver retorno a imóveis interditados”, pontua o coordenador da DC, que emitirá boletins da situação climática de acordo com as previsões dos institutos de meteorologia.

As informações são da Prefeitura de Friburgo.

Núcleo de pesquisas em Friburgo

Na última sexta-feira, o deputado federal Glauber Braga informou ao prefeito de Nova Friburgo sobre a instalação do Núcleo de Emergência do Centro de Estatísticas, Estudos e Pesquisas do Estado (Ceperj). O núcleo ficará na sede no Centro Federal de Educação Tecnológica (Cefet - Nova Friburgo), em Conselheiro Paulino, durante 90 dias.

Segundo o diretor do Ceperj, professor Epitácio Brunet, o núcleo fará um mapeamento georeferenciado (com localização territorial) dos indicadores econômicos, ambientais e institucionais do município durante o período anterior e posterior à tragédia do dia 12 de janeiro. O estudo pretende revelar a evolução histórica de Nova Friburgo nos últimos dez anos e as projeções de reconstrução para o futuro.

Esse levantamento efetuado pelo Centro de Pesquisas servirá como base de dados para comparativos entre as duas realidades de Nova Friburgo, antes e depois da catástrofe, a fim de proporcionar ferramentas concretas aos órgãos responsáveis pela reestruturação da cidade.

Núcleo permanente
O prefeito enviará à Câmara Municipal projeto de lei para criação de um núcleo de estudos permanente em Nova Friburgo, para realizar o monitoramento da evolução de Nova Friburgo durante os próximos anos, a fim de possibilitar aos próximos governos um banco de informações capaz de projetar a cidade em bases seguras.

Durante os 90 dias de estadia do Ceperj em Nova Friburgo, os funcionários do órgão farão a capacitação de técnicos da prefeitura para a continuidade do projeto de diagnóstico do município. Após esse período, visitas assistenciais serão feitas ao núcleo para apoio aos novos pesquisadores.

As informações são da Secretaria de Comunicação de Nova Friburgo.

sexta-feira, 25 de fevereiro de 2011

Lançado no Facebook movimento pela eco-reconstrução de Nova Friburgo

Do jornal A Voz da Serra

O grupo Eco-reconstrução da Região Serrana do Rio de Janeiro foi criado virtualmente em página do Facebook e já reúne mais de 300 membros ativos, que elaboraram coletivamente um manifesto, concensuado por todos os seus participantes. Quem quiser obter mais informações pode entrara em contato com Carlos Pinto, pelos telefones 2542-3077 ou 9825-6547, ou ainda pelo e-mail oiserrano@oi.com.br.

quinta-feira, 24 de fevereiro de 2011

Como construir um pluviômetro caseiro


Diante do temporal que castigou a Região Serrana e do temor que os moradores da cidade sentem a cada chuva, pode ser chegada a hora de construir pluviômetros caseiros.

Na internet há dicas para confecção do pluviômetro com garrafas pet. O blog Divitempo ensina a montar o equipamento (veja o passo a passo
aqui) e ainda dá instruções sobre como fazer a medição. É simples.

Para calcular o volume de chuva é preciso despejar a água coletada em um copo ou recipiente que tenha marcações medidoras de mililitros (ml). Mamadeiras costumam ter tal medição. O número de ml constatado no recipiente deve ser dividido por 0,0785 - esse número é resultado da área da circunferência do recipiente coletor dividido por mil. O resultado da conta será o volume de chuva precipitado no período.

Exemplos:

Se o volume dentro da garrafa somar 1,8 litro isto significa que choveu 22,92mm.
- Conta: 1.8 / 0,0785 = 22,92.

Se o volume dentro da garrafa somar 1 litro isto significa que choveu 15,28mm.
- Conta: 1 / 0,0785 = 15,28.

Se o volume dentro da garrafa somar 750ml isto significa que choveu 9,55mm.
- Conta: 0.750 / 0,0785 = 9,55.

Se o volume dentro da garrafa somar 100ml isto significa que choveu 1,27mm.
- Conta: 0.100 / 0,0785 = 1,27mm.

No youtube também há vídeos que ensinam a fazer o pluviômetro. No vídeo do Record Rural (veja
aqui) há instruções para a confecção de um puviômetro mais "sofisticado", mas também feito de garrafa pet. Há dicas para fazer a calibragem do equipamento (o que dispensa a conta acima) e também para reduzir a evaporação da água coletada.


Para referência

Segundo o Instituto Nacional de Metereolologia (Inmet), da 0h à meia-noite do dia 12 de janeiro, choveu em Nova Friburgo 182,8 milímetros, o maior índice já registrado na cidade. A marca anterior era de 113 milímetros. O Instituto Estadual do Ambiente (Inea) totalizou, das 20h do dia 11 até o mesmo horário do dia 12 de janeiro, 249 milímetros. Já uma garrafa pet de 2 litros tem capacidade para coletar o equivalente a 25,5 milímetros de chuva.

As informações são do blog Divitempo, do Inmet e do Inea.

quarta-feira, 23 de fevereiro de 2011

Ano das florestas

Da Revista Vida Simples:

As florestas são responsáveis por 80% da biodiversidade do planeta, pelo controle das temperaturas na Terra e ainda desempenham um papel fundamental em diversos aspectos socieconômicos. Afinal, cerca de 1,6 bilhão de indivíduos dependem desses territórios para viver. Se preservadas e utilizadas de maneira sustentável, as florestas podem ajudar a combater a extrema pobreza e a fome no planeta. Por causa disso, a ONU declarou 2011 como o Ano Internacional das Florestas: até dezembro, eventos espalhados pelo mundo pretendem promover a conscientização sobre o desenvolvimento sustentável, o manejo adequado e a conservação dos territórios florestais do planeta. O objetivo desse fórum global é reforçar o comprometimento de longo prazo entre diversos países, ONGs, setores privados e outros agentes da sociedade, estabelecendo políticas permanentes de preservação dos territórios florestais.




Para acessar a página da ONU sobre o Ano das Florestas, clique aqui.

Para conhecer o calendário completo de eventos e debates, clique aqui.

Ação solidária em São Geraldo

Do jornal A Voz da Serra

A organização não governamental Fundação Natureza promove até sábado, 26, atendimento gratuito às vítimas das chuvas de janeiro na ação social Tenda da Natureza, que estará baseada no centro do bairro São Geraldo. Durante a atividade, a população poderá obter informações e orientações sobre meio ambiente, direitos humanos, segurança alimentar, como evitar o desperdício e violência contra as mulheres. Na Tenda da Natureza também haverá atendimento aos animais com a veterinária Amélia Oliveira.

A coordenadora da ONG Fundação Natureza, Laura Mury, acredita que a iniciativa irá colaborar para amenizar o sofrimento de quem perdeu, além dos bens materiais, a própria dignidade com a tragédia climática. Ela espera ainda poder contar com o apoio de demais profissionais que poderão atuar também na Tenda da Natureza oferecendo seus serviços gratuitamente para tentar resgatar a cidadania das vítimas das chuvas.

terça-feira, 22 de fevereiro de 2011

Estado assume juros de crédito a agricultores

Cartilha: como evitar inundações

O Corpo de Bombeiros desenvolveu uma cartilha com dicas sobre como evitar inundações.

O material orienta a população a evitar inundações e a se comportar durante enchentes. As medidas preventivas vão desde a ocupação regular do solo até dicas práticas, como acorrentar os botijões de gás para que não sejam levados pela água e desligar a chave geral de energia em situação de risco. As orientações contemplam ainda o comportamento adequado durante inundações e após as chuvas.

Para acessar a cartilha, clique aqui.

Mais de R$ 110 milhões do FGTS estão disponíveis para a região serrana

O saque do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) autorizado para os trabalhadores das cidades serranas do estado do Rio de Janeiro atingidas pelas fortes chuvas no início do ano foi solicitado, até dia 17 de fevereiro, por 101.501 trabalhadores. Isso representa a soma de R$ 111,78 milhões. Segundo levantamento realizado pelo Conselho Curador do FGTS, o valor estimado possível para saque é de R$ 492 milhões que beneficiarão 173.039 cidadãos.

Nova Friburgo lidera o número de liberações, com saques disponíveis para 89.933 trabalhadores do município, em um total de R$ 96,8 milhões. Em seguida vem Teresópolis, com 7.487 trabalhadores podendo realizar o saque. Em Petrópolis 2.206 cidadãos estão habilitados a fazer o saque.

A Caixa Econômica Federal (banco pagador do Fundo) efetua o pagamento 5 dias após o pedido. O número de pedidos de saques deve aumentar significativamente ao longo deste mês já que muitos trabalhadores ainda estão em processo de obtenção de documentos juntos aos órgãos locais.

Todos os trabalhadores que têm conta vinculada no FGTS e que estão nas áreas onde foi decretada situação de calamidade pública poderão sacar o fundo para ajudar materialmente naquilo que eles já perderam. Segundo o levantamento, o valor limite de 10 salários mínimos, R$ 5.400, atende a 95% do saldo total da conta.

As informações são do Ministério do Trabalho. Para ler a nota na íntegra, clique aqui.



Primeiros cheques de ajuda emergencial são entregues a agricultores

Da Secretaria de Comunicação da Prefeitura de Nova Friburgo

O secretário de Estado de Agricultura, Christino Áureo, e o superintendente estadual do Banco do Brasil, Tarcisio Hubner, além de representantes da Emater-RJ e das secretarias municipais, fizeram nesta terça-feira, 22, em Nova Friburgo, a entrega simbólica dos primeiros cheques, no valor de R$ 2 mil, dentro da linha de crédito Pronaf Emergencial, a sete produtores rurais da Região Serrana.

O recurso, destinado a cada unidade familiar, tem juros de 0,5% ao ano e até dois anos para pagamento. No total, R$ 13 milhões estarão disponíveis para atender a cerca de 6.500 pequenos produtores na realização de reparos na propriedade e retomada da atividade produtiva.

Para solicitar o financiamento, os produtores devem se dirigir aos escritórios da Emater-RJ, na Região Serrana, ou à Secretaria Municipal de Agricultura, que encaminharão os pedidos ao BB.

Além da medida de urgência, para sanar as necessidades imediatas dos produtores, o Banco do Brasil anunciou a prorrogação de 180 dias no prazo de pagamento das dívidas vencidas nos primeiros seis meses deste ano.

Pronaf Mais Alimentos e Fundo Perdido

Os agricultores ainda podem se beneficiar do Pronaf Mais Alimentos, linha de crédito de até R$ 130 mil, com juros de 2% ao ano e prazo de pagamento de até 10 anos. O Banco do Brasil já disponibiliza agentes financeiros em suas unidades para receber as solicitações do crédito.

Verbas a Fundo Perdido destinadas pelo Banco Mundial também fazem parte do plano de recuperação da produção rural da Região Serrana. O recurso será disponibilizado, segundo o secretário estadual de Agricultura, àqueles produtores que perderam toda a lavoura.

Resposta imediata

Christino Áureo informou ainda que o levantamento das áreas afetadas e os projetos para reconstrução de pontes, estradas e áreas de produção devem ficar prontos até o dia 28 de fevereiro.

O secretário ressaltou o trabalho de todos os órgãos estaduais e municipais após a catástrofe, que promoveram uma resposta imediata e disponibilizaram todas as equipes e maquinários para o socorro aos produtores.

- O resultado dessa ação rápida já está sendo vista nos mercados rurais, que já recebem produtos dentro dos preços normais. Nossos agricultores são extremamente capazes de dar a volta por cima e já estão provando isso. Nosso compromisso é auxiliá-los ainda mais em sua recuperação, afirmou.

Animais da Região Serrana estarão disponíveis para adoção no final de semana

Fonte: Globo Online

Duas novas campanhas de adoção de animais sobreviventes das enchentes da Região Serrana serão realizadas neste final de semana na Zona Sul e na Zona Oeste do Rio. No sábado, a Pet Shop Dr Pet e a Associação Nacional de Implementação dos Direitos dos Animais (Anida) vão oferecer cães e gatos no bairro de Copacabana, na Rua Almirante Gonçalves 4, Loja A, perto do Posto 5, das 10h às 16h. Já no domingo, das 10h às 16h, o grupo GARRA, que realizou uma campanha no Parque dos Patins no último dia 5, vai levar animais para Estrada da Barra da Tijuca 1636, Barra. Informações com a veterinária Andrea Lambert (andrealambertvet@gmail.com) ou (21) 96328115

segunda-feira, 21 de fevereiro de 2011

Chuvas da região serrana foram evento raro

Um estudo da Coordenação de programas de pós-graduação e pesquisa de engenharia da Universidade Federal do Rio de Janeiro (Coppe/UFRJ) concluiu que a chuva que castigou a região serrana na noite de 11 para 12 de janeiro foi tão rara que pode levar cerca de 500 anos para ocorrer novamente.

Uma combinação de fatores teria sido responsável pela destruição: chuva forte, de longa duração; seguida de chuva frontal, decorrente de uma frente fria; somadas a chuva forte em pontos localizados. A formação de barragens naturais nos rios com o material dos deslizamentos agravou ainda mais fenômeno.

O professor Paulo Canedo é o responsável pelo estudo, encaminhado à presidência da república e também será entregue ao governo estadual.

Para ler a matéria completa, veiculada pelo Globo Online, clique aqui.

Para ler o artigo do jornalista Tulio Brandão, clique aqui.

Show Beneficente Abrace a Serra




Show beneficente para ajudar os desabrigados da região serrana.

PISTA: R$ 30,00
CAMAROTE: R$ 60,00
CAMAROTE VIP: R$ 200,00 (COMIDA E BEBIDA INCLUSOS, INGRESSOS LIMITADOS!)

PONTOS DE VENDA NO R.J:
Banco de Areia - Shopping Rio Sul
Loja do Aluno Livraria - Leblon
Posto BR Piraquê - Lagoa
Posto BR Bougainville - Tijuca
Posto BR Parque das Rosas - Barra da Tijuca
Posto BR Praia da Barra - Barra da Tijuca
Posto Shell - Icaraí
South - Barra Shopping
South - Caxias Shopping
South - Shopping Nova América

Compre ingressos a partir de R$30,00 e ajude uma família a ter um lar novamente. Mesmo não indo ao show, contribua.

Página do Facebook.

Compra de ingressos online aqui.

domingo, 20 de fevereiro de 2011

Prazo para para agendar a avaliação de perdas na lavoura e ter direito ao seguro vai até o dia 28 de fevereiro

do Bom Dia Rio



Em Petrópolis, quem vive da terra precisa correr se quiser pedir indenização. Quem é atendido pelo Pronaf e tem o seguro da Proagro tem até o dia 28 deste mês para agendar a avaliação de perdas na lavoura. Na cidade imperial, dos 4.200 produtores que têm direito ao benefício, até agora, apenas 8 fizeram o pedido.

sábado, 19 de fevereiro de 2011

Volta às aulas nesta segunda-feira

Em reunião realizada na tarde de quinta-feira, 17, com as direções de 42 escolas e 14 creches liberadas pela Defesa Civil para receber os alunos na próxima segunda-feira, 21, o secretário municipal de Educação, Marcelo Verly, confirmou que chegou a hora de recomeçar, “mesmo longe da situação ideal”. Nos últimos dias, o secretário vem recebendo os profissionais da área para acertar detalhes e conferir os preparativos para o início do ano letivo.

“Decidimos realizar este último encontro antes do reinício das aulas para não deixar nenhuma dúvida quanto à importância desta data. Vamos trocar idéias sobre os preparativos e situações pontuais que porventura ainda necessitem de ajustes. Trabalharemos durante o fim de semana para cumprir o que a população espera de nós, ou seja, a abertura das primeiras unidades de ensino liberadas para funcionar no dia 21”, reiterou Verly.

Representantes de empresas de alimentação, transporte, limpeza, gás e de análise bacteriológica das unidades também estiveram presentes para conhecer as reivindicações dos dirigentes e saber o que ainda precisa ser feito. O secretário fez questão de ressaltar que todos devem estar conscientes de que as condições desse início de ano letivo ainda não são as ideais. No entanto, ele enfatizou que nada disso pode ser visto como impedimento para começar o trabalho com o pé direito, num esforço conjunto para vencer qualquer obstáculo ou imprevisto que possa surgir no caminho. “A partir desse primeiro pontapé, estaremos mais fortes e estimulados a seguir em frente, dia a dia, na certeza de que a cada etapa vencida, outras escolas e creches voltarão a funcionar melhor do que antes, até concluirmos nossa meta na data prevista, que é 14 de março”, disse.

Marcelo Verly aproveitou a ocasião para apresentar e entregar aos professores uma publicação doada pela Editora Abril em parceria com a prefeitura do Rio: 20 mil exemplares do Guia da Educação em Família: “É uma cartilha esclarecedora que vai ajudar no relacionamento entre as famílias e as escolas, com temas voltados para os pais e educação de seus filhos. Através de ideias práticas e simples, baseadas em pesquisas e na experiência de renomados profissionais, seu conteúdo foi inspirado no movimento Educar para Crescer. Esse Guia deve ser distribuído para os pais na primeira semana de aula e servir de instrumento para construção de uma nova forma de diálogo da comunidade escolar”, sugeriu.

No editorial do Guia da Educação em Família assinado pelo secretário e o prefeito Dermeval Barboza Moreira Neto, uma frase simboliza o momento pela qual a educação do município deve se apoiar, segundo Verly: “Faremos da Educação a marca para o renascer de uma nova Nova Friburgo”, assinalou. A editora FTD também doou mil livros, obras literárias infanto-juvenil, extraclasse, que certamente fará a alegria das crianças como leitura complementar.

Momentos que antecedem retomada do ano letivo requerem total atenção

De acordo com Verly, das 56 unidades, 12 precisam do suprimento de produtos alimentícios para a merenda nos primeiros dias. “Precisamos que as empresas responsáveis por essa distribuição priorizem essas unidades”, pediu. Diante da explanação de uma dirigente sobre alguns abrigados em sua unidade, o secretário esclareceu: “Entendo que ainda haja problemas pontuais em algumas das unidades já liberadas. Mas se fôssemos aguardar que tudo estivesse em perfeitas condições, não começaríamos o ano letivo nem em 15 de março. Não podemos nos deter diante de nenhuma dificuldade que surja.”

Ele voltou a lembrar que há apenas 35 dias Nova Friburgo foi devastada pelo pior desastre climático do Brasil. E que, graças ao esforço e solidariedade de todo o povo e autoridades brasileiras, além dos friburguenses, a cidade recuperou os serviços básicos e está conseguindo colocar cerca de sete mil alunos dentro das salas de aula. “Quem viu nossa cidade naquele fatídico 12 de janeiro, não acreditava que poderíamos avançar como avançamos. No entanto, estamos dando o primeiro passo para a reconstrução da nossa cidade. Dia 21 de fevereiro de 2011 é o nosso momento da verdade. É importante que vocês conversem com os pais, com serenidade, e que dêem todo o amor e carinho a essas crianças que estão retornando para suas escolas. Neste primeiro momento, estamos oferecendo tudo o que conseguimos e temos para oferecer. Todos nós devemos ter paciência e tolerância, porque não vamos resolver em poucos dias, ou semanas, ou até meses, tudo o que há para ser resolvido. Todos nós, pais e professores, população e autoridades, temos um pacto. Vamos nos respeitar e trabalhar, e dar o melhor de nós. Não há outra forma de fazer. É planejar e fazer, continuamente”, concluiu o secretário.

As informações são da Secretaria de Cominicação de Nova Friburgo.

sexta-feira, 18 de fevereiro de 2011

Trabalhos de recuperação do solo em Friburgo

Os pesquisadores da Embrapa, do Núcleo de Pesquisa e Treinamento para Agricultores (NPTA – Nova Friburgo), com apoio do secretário de Agricultura, Roberto Wermelinger, começaram os trabalhos de recuperação da capacidade produtiva dos solos nas propriedades atingidas pelas chuvas. O Núcleo foi instalado há três anos e conta com vários projetos na região.

De acordo com os pesquisadores, o momento é de canalizar as pesquisas para promover cultivos que minimizem o impacto no ambiente e o uso eficiente de recursos. Nesse sentido, já estão elaborando uma proposta para gestão dos resíduos orgânicos do município. Aliado a isso, pretendem intensificar as ações de adaptação e difusão de práticas agrícolas conservacionistas, bem como a realização do II Workshop sobre Desenvolvimento Sustentável em Ambientes de Montanha.
As informações são da Secretaria de Comunicação de Nova Friburgo.

****

As montanhas representam 16,91 % do território nacional e desde 2002 é considerado Ponto Focal na Convenção da Biodiversidade Biológica, da qual o Brasil é signatário. O Ministério do Meio Ambiente criou a Câmara Técnica sobre Ecossistemas de Montanhas e está elaborando o Programa Nacional de Pesquisas e Conservação em Ambientes de Montanhas. Mas apesar da reconhecida importância dos Ecossistemas de Montanhas e das questões sociais, ambientais e econômicas relacionadas à sua exploração, não existem no país grupos de pesquisa focados no seu estudo. Foi pensando nisso, que a Embrapa Agrobiologia organizou o "1º Workshop sobre desenvolvimento sustentável em ambientes de montanhas", que será realizado nos dias 27 e 28 de julho de 2010, em Nova Friburgo, região serrana do estado do Rio de Janeiro. (Fonte: Embrapa Agrobiologia)

Para conhecer a Convenção sobre Diversidade Biológica da ONU clique aqui.

Moradias populares para a região serrana

O governo federal deu passo importante para o começo da construção de seis mil moradias em cidades da região Serrana do Rio que foram devastadas pelas enchentes no mês de janeiro deste ano. Portaria nº 59, do Ministério das Cidades, publicada no Diário Oficial da União (DOU), desta quinta-feira (17/2), regulamenta o processo de repasse dos recursos para os obras. De acordo com a portaria, cada imóvel custará até R$ 48 mil. Deste modo, o volume de recursos a ser destinado atingirá cerca de R$ 288 milhões. As habitações serão entregues às famílias devidamente cadastradas pelo governo do estado do Rio sem qualquer custo. Caberá ao governo fluminense quitar esta linha de crédito.

As famílias serão beneficiadas com recursos do Programa de Arrendamento Residencial (PAR) e do Programa Minha Casa Minha Vida (PMCMV), do Ministério das Cidades. De acordo com informações do Ministério das Cidades, esse montante foi discutido e definido em acordo com as prefeituras para ser compatível com as necessidades da região.

Enquanto isso, o governo fluminense informou que sete mil famílias desabrigadas pelas chuvas que deixaram os municípios de Teresópolis, Petrópolis, Nova Friburgo, Areal, Bom Jardim, Sumidouro e São José do Vale do Rio Preto em estado de calamidade pública receberão aluguel social neste mês de fevereiro. Durante reunião de trabalho na prefeitura de Teresópolis, o governador Sérgio Cabral assinou, em parceria com as cidades da região Serrana, o convênio que garantirá às vítimas auxílio-moradia durante um ano. De acordo com estimativas do Palácio Guanabara, o governo estadual destinará R$ 40,8 milhões para custear o benefício.

O cadastro para que os desabrigados possam receber o aluguel social começou no final do mês passado. Seis mil famílias de Teresópolis, Petrópolis e Nova Friburgo receberão o benefício de R$ 500. Nos outros municípios, mil desabrigados ganharão auxilio-moradia no valor de R$ 400. O aluguel será pago a famílias que estão em abrigos e àquelas que precisam ser removidas de áreas de risco.

Enquanto isso, outra providência vem sendo tomada pelos governos locais exatamente para possibilitar as construções das moradias com recursos do governo federal. Em Teresópolis, uma fazenda de 190 hectares abrigará 500 novas casas. A previsão é de que a obra, orçada em R$ 24 milhões, comece em menos de trinta dias e seja entregue até o fim do ano. Nova Friburgo também começou a desapropriar terrenos para reassentar famílias. Três mil moradias serão destinadas às vítimas das enchentes no município. Já a Prefeitura de Petrópolis está à procura de áreas que possam servir para a construção de unidades habitacionais.

Os municípios de São José do Vale do Rio Preto, Sumidouro e Areal também buscam terrenos para desapropriação. Em Areal, a prefeitura deve iniciar em um mês a construção de 63 casas no bairro de Alto Pará. Já em São José do Vale do Rio Preto, uma área de 600 mil metros quadrados, no bairro Águas Claras, pertencente ao município, também será usada para acomodar famílias desabrigadas.

As informações são do Blog do Planalto. Para ler a nota completa, clique aqui.

quinta-feira, 17 de fevereiro de 2011

Escritório avançado da Secretaria Municipal de Agricultura está em Vargem Alta

de


A partir desta quinta-feira, 17, o Escritório Avançado da Secretaria Municipal de Agricultura, em conjunto com a Emater-RJ, presta atendimento aos agricultores de Vargem Alta.

O Escritório ficou na CEASA de 25/01 até ontem, 16, para efetuar o levantamento das perdas sofridas pelos produtores rurais.

A ação pretende incluir os agricultores na obtenção de ajuda emergencial não-reembolsável do Programa Rio Rural. Os recursos serão disponibilizados pelo Governo do Estado e Banco Mundial, financiadores do programa.

Juntamente com esse trabalho, duas equipes de engenheiros especializados da UERJ fizeram estudos dos danos causados nas estradas vicinais, galhos e pontas, pontes e pontilhões, e deslizamentos de encostas. Os dados serão enviados à Secretaria estadual de Agricultura para captação de verba de reconstrução.

Empréstimo Pronaf Emergencial

O Escritório Avançado, através da Emater-RJ, continua recebendo os pedidos de empréstimo ao Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf) no valor de R$ 2 mil, a juros de 0,5% ao ano, com prazo de dois anos para pagamento; o recurso é destinado aos agricultores familiares detentores da DAP – Declaração de Aptidão. Os pedidos são feitos sem maiores formalidades nem exigência de aval e encaminhados ao Banco do Brasil, cabendo ao interessado comparecer na agência local para assinar o contrato e receber o dinheiro.

A Secretaria de Agricultura esclarece que os créditos serão feitos na conta corrente do Banco do Brasil em nome do beneficiário, sem qualquer ônus para este.

Pronaf “Mais Alimentos”

A grande novidade para os floricultores de Vargem Alta é que o Pronaf “Mais Alimentos” foi estendido aos demais segmentos, neste caso a floricultura, com limite de até R$ 130 mil, carência de até dois anos e prazo de 10 anos para pagamento.

Já o Pronaf Investimento concederá bônus emergencial (desconto) por ocasião do vencimento das parcelas, mediante percentual a ser fixado de acordo com o que ficar apurado no laudo de perdas elaborado pela Emater-RJ.

Medidas para fortelecer agricultura sustentável

O Governo do Estado lançou, na manhã desta quarta-feira (16/02), em cerimônia realizada no pátio do Quartel Central do Corpo de Bombeiros, no centro do Rio, um pacote de medidas que vai fortalecer a saúde e a agricultura do interior Rio, com ênfase na Região Serrana, abalada pelas enchentes de janeiro. O governador Sérgio Cabral e o secretário de Saúde e Defesa Civil, Sérgio Côrtes, lançaram o Programa de Apoio aos Hospitais Regionais do Interior (PAHI-Regional), uma ampliação do PAHI lançado há um ano, e, em seguida, com o secretário de Agricultura e Pecuária, Christino Áureo, Cabral entregou 70 veículos destinados à agricultura sustentável, no âmbito do programa Rio-Rural.

Os carros vão atender equipes técnicas para promoção de desenvolvimento sustentável em 59 municípios. O Bird, que já financia projetos do programa com cerca de US$ 40 milhões, anunciou a liberação de mais US$ 20 milhões de recursos emergenciais para ajudar na recuperação da área rural da Região Serrana.

O secretário de Agricultura, Christino Áureo, lembrou que o banco Mundial colocou à disposição recursos emergenciais para socorrer os cerca de 3,2 mil, dos 17 mil produtores rurais da Região Serrana, que foram diretamente atingidos pela tragédia, sendo que 20% desses perderam tudo. Segundo ele, o governo estadual vai pagar esse dinheiro em 28 anos – relatou Áureo. Além do aporte de US$ 20 milhões emergenciais, vai ampliar o financiamento ao Rio Rural em mais US$ 40 milhões para que a Secretaria de Agricultura e Pecuária estenda os benefícios à totalidade do estado. Com isso, os créditos do Bird no estado eleva-se a US$ 100 milhões.

– Estes US$ 100 milhões equivalerão à mesma quantia de contrapartida do estado. E tem mais: o governador autorizou aplicarmos R$ 30 milhões do Tesouro estadual na aquisição de novas patrulhas mecanizadas para recuperação de estradas vicinais, dentro do Programa Estradas da Produção, só na Região Serrana. Por fim, estamos instituindo, pela primeira vez, também por determinação do governador, o programa de habitação rural, com R$ 20 milhões de investimentos do Tesouro do estado – completou Áureo.

O governador também assinou hoje um decreto instituindo o Comitê Especial de Reconstrução Rural da Região Serrana (Ceres), que será integrado por técnicos de órgãos estaduais, municipais e federais, além de instituições da sociedade civil ligadas ao setor agrícola. O objetivo é acompanhar a rotina das etapas da recuperação dos municípios atingidos pelos temporais.

As informações são da subsecretaria de comunicação social do governo do estado. O evento incluiu um programa de incentivos aos hospitais regionais. Para ler a nota na íntegra, clique aqui.

quarta-feira, 16 de fevereiro de 2011

As causas da tragédia

O Serviço Geológico do Estado do Rio de Janeiro divulgou um diagnóstico sobre o mega desastre (conforme definição do próprio órgão) ocorrido na região serrana fluminense na noite de 11 para 12 de janeiro.

Entre as causas estão a própria geologia da região, associada à ocupação irregular e à intensidade das chuvas. As avalanches de terra teriam chegado a 180km por hora. Fotos e dados técnicos analisam os deslizamentos, com destaque para as regiões atendidas pelo CesoRJ.

Conheça - aqui - as investigações conduzidas pelo Serviço Geológico, em cooperação com pesquisadores da PUC-Rio, UFRJ e UERJ, no entendimento dos processos que desencadearam os desastres e seus mecanismos; a atuação do Serviço Geológico e seus parceiros no atendimento da emergência (avaliação do risco iminente a escorregamentos); e os desdobramentos propostos, já contando com o apoio do Serviço Geológico do Brasil (CPRM), quanto ao risco remanescente.

terça-feira, 15 de fevereiro de 2011

Palhaços vão encenar espetáculos gratuitos em quatro praças da Região Serrana

da Redação do in360 RJ com agências

O Grupo Off-Sina se prepara para subir a Serra e levar a VIII edição do projeto Palhaço na Praça para as cidades de Petrópolis, Teresópolis, Nova Friburgo e Três Rios. As apresentações começam no dia 19 de fevereiro, em Petrópolis e terminam no dia 27, em Três Rios. Teresópolis e Nova Friburgo também receberão o espetáculo.

Com o intuito de levar um pouco de alegria aos moradores afetados pela tragédia, em acordo com a Secretaria de Estado de Cultura do RJ, o Grupo irá realizar esta edição nos abrigos das regiões impactadas pela tragédia. Para proporcionar oportunidade de trabalho e renda para os artistas locais, foram convidados grupos de circo e teatro que atuam nestas cidades. Os convidados especiais são: Teatro Circense Andança, Grupo Grão, Cia Viva e Grupo Móbile.

VIII Palhaço Na Praça

Este é um projeto organizado pelo Grupo Off-Sina, que consiste na realização de uma Mostra de Teatro de Rua e Circo em praças públicas, voltada para o público de todas as idades. Esta edição conta com o patrocínio do Governo do Estado e da Secretaria de Estado de Cultura do Rio de Janeiro, através do edital Seleção Pública de Projetos na Área de Produção de Eventos 2010.

O objetivo é oferecer um projeto onde crianças, jovens e adultos se sintam acolhidos e esperançosos, através do riso e da alegria do palhaço, amenizando o sofrimento psicológico de todos aqueles que viveram uma situação de catástrofe.

Programação:

Petrópolis (19/02, às 18h): Centro de Treinamento dos Correios – Estrada Fazenda Inglesa com Rodovia Washington Luiz / Abertura: Banda Rio – Espetáculo principal: E O PALHAÇO O QUE É? / Grupo convidado: Teatro Circense Andança.

Teresópolis (20/01, às 18h): Praça Maria Corina, Barra do Imbuí, na Avenida Presidente Roosevelt, esquina com a Rua Dr. Oliveira / Abertura: Banda Rio – Espetáculo principal: E O PALHAÇO O QUE É? / Grupo convidado: Grupo Grão.

Nova Friburgo (26/02, às 10h): Praça Dermeval Barboza Moreira, Centro, na Rua Sete de Setembro esquina com a Rua Farinha Filho / Abertura: Banda do Maestro Rubens – Espetáculo principal: E O PALHAÇO O QUE É? / Grupo Convidado: Cia Viva.

Três Rios (27/02, às 18h): Praça São Sebastião, Centro, em frente Prefeitura / Abertura: Banda Rio – Espetáculo principal: E O PALHAÇO O QUE É? / Grupo convidado: Grupo Móbile.

segunda-feira, 14 de fevereiro de 2011

Dia de Nova Friburgo

Confira, neste link, o vídeo "Vamos em frente, vamos reerguer esta cidade", de Ludmila Curi, do Globo, feito na cerimônia às vítimas da chuva, na Praça do Suspiro, em Nova Friburgo.

quinta-feira, 10 de fevereiro de 2011

1° Evento de Adoção dos Gatos do Campo de Santana



Conversando com as voluntárias que tem garantido a sobrevivência dos gatos do Campo de Santana, pedmos a elas que estabelecessem algumas prioridades. Nosso objetivo é dar suporte a um trabalho que elas iniciaram, por puro amor pessoal, e certamente não é nossa intenção "atravessar" as coisas de forma imprópria.

Pelo que pudemos compreender existem algumas prioridades com ur...gência máxima, destacando-se entre elas a adoção dos inúmeros filhotes lá deixados diariamente, antes que adoeçam pela falta de cuidados próprios, para o que necessitam de um lar.

Sendo assim, marcamos para o próximo domingo, dia 13 de fevereiro, no Parque dos Cachorros da Lagoa Rodrigo de Freitas, às 10:00hs, aquele que deverá ser o primeiro de muitos outros eventos de adoção especificamente dos gatos do Campo de Santana.

Neste dia traremos cerca de 12 filhotinhos, saudáveis, na esperança de que encontrem um lar e o afeto e carinho diferenciado de que necessitam. Serão trazidos também 3 ou 4 gatos adultos castrados para adoção.

A sua ajuda é fundamental para que cada vez mais animais possam encontrar um novo lar e o evento continue a acontecer. Divulge!

Saiba mais no facebook.

Nova Friburgo - Voo Virtual 3D

Difícil acreditar que, pela quantidade e dimensão dos deslizes, tudo seja causado por ações irregulares ou ações humanas apenas.



Vôo virtual sobre Nova Friburgo, primeira imagem sem nuvens após o desastre. Produzido pelo INPE com imagens de satélite do International Charter Space & Major Disasters. Imagem Geoeye via USGS sobre DEM do Google Earth

Medidas para o setor produtivo rural

Da Secom Prefeitura de Nova Friburgo

O ministro do Desenvolvimento Agrário, Afonso Florence, subiu a serra fluminense na quinta-feira, 10, para anunciar boas notícias aos agricultores da região, que ainda sofrem em virtude da tragédia ocorrida em janeiro. Foram anunciadas medidas de crédito, no valor de R$ 63 milhões, a serem disponibilizadas exclusivamente aos agricultores familiares.

Acompanharam o Ministro ao gabinete do Prefeito de Nova Friburgo, Dermeval Barboza Moreira Neto, o vice-governado do Rio de Janeiro, Luiz Fernando Pezão; o secretário estadual de Agricultura Christino Áureo; o secretário nacional de Agricultura Familiar, Laudemir Müller; e o diretor de Agronegócios do Banco do Brasil, José Carlos Vaz; além de prefeitos de municípios vizinhos e vereadores de Nova Friburgo.
O prefeito Dermeval mostrou-se profundamente agradecido aos governos Estadual e Federal pela atenção que as autoridades vêm dando não só a Nova Friburgo, mas a toda região, desde o dia da catástrofe, que completa um mês no próximo sábado, 12. “O governo da presidenta é diferente. Passados dois dias da tragédia já estava depositado na conta da Prefeitura R$ 10 milhões. A presença dos governos Estadual e Federal no município nos trouxe tranquilidade para tomar as atitudes necessárias”, comentou o prefeito Dermeval.

O vice-governador, Pezão, disse que embora ainda esteja sendo feito trabalho de limpeza em todas as cidades atingidas pela chuva, medidas estão sendo tomadas para que “floresça o potencial de desenvolvimento econômico de cada município”.

Medidas

O Ministro anunciou ‘Linha de Crédito Emergencial para o Enfrentamento da Enchente no Rio de Janeiro’ para viabilizar a retomada do processo produtivo em cerca de 6.500 unidades familiares. Os R$ 13 milhões disponibilizados para este fim deverão ser utilizados para custeio de pequenos reparos, de até R$ 2 mil por unidade familiar, com taxa de juros de 0,5%, com até dois anos para reembolso, tendo como prazo para contratação até 30 de dezembro deste ano.

Já para a ‘Linha de Crédito de Investimento para Reconstrução da Infraestrtutra dos Estabelecimentos Agropecuários, ao amparo da Linha de Crédito do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf) Mais Alimentos, estão sendo disponibilizados R$ 50 milhões, sendo que até R$ 130 mil, prazo de até 10 anos, com 3 de carência e juros de 2% ao ano.

O secretário de Agricultura, Christino Áureo, ressaltou que, em virtude da calamidade declarada, os vencimentos dos contratos dos agricultores da região foram prorrogados por 180 dias, e os bancos estão autorizados a prorrogar contratos por mais tempo desde que cada caso seja analisado separadamente.

Sobre o Seguro de Agricultura Familiar, foi divulgado que estão sendo simplificados os processos de avaliação de perdas e técnicos já estão em campo para a elaboração de laudos coletivos. “Destaco a importância dos agricultores procurarem a Emater ou a Secretaria de Agricultura do seu município até 28 de fevereiro, para informar suas perdas, ou dirigir-se a ‘agrimóveis’ que percorrerão as regiões para esclarecer dúvidas e prestar atendimentos àqueles com dificuldade de locomoção”, informou Christino.

Outras duas boas notícias aos agricultores familiares também foram anunciadas pelo Ministro: destinação de R$ 2,5 milhões de recursos do Ministério de Desenvolvimento Agrário para apoio às operações de custeios das prefeituras, visando à recuperação das áreas produtivas; e a destinação de R$ 5,8 milhões para abertura de processo de licitação para compra de uma retro-escavadeira e uma motoniveladora para os municípios atingidos.

Campanha de doações de livros e material escolar

A Secretaria de Pró-Leitura de Nova Friburgo está lançando uma campanha de doações de livros e material escolar. Eles vão ser levados para crianças e adolescentes que estão nos abrigos, por conta das chuvas que devastaram a Região Serrana em janeiro.

O material pode ser enviado para a Biblioteca Municipal, localizada na Rua Farinha Filho, nº 50, no centro da cidade. O endereço de recebimento fora de Nova Friburgo é Estrada Engenheiro Pacheco de Carvalho, nº 900, Bl. 2, apto. 303, bairro Maceió, Niterói-rj, Cep: 24.310-090.

quarta-feira, 9 de fevereiro de 2011

Rotary Clube promove curso de capacitação

Uma equipe de psicólogos especializada no tratamento de vítimas de catástrofes, oriunda de diversos Rotarys Clubes do Brasil, estará em Nova Friburgo, nos dias 10, 11, 12 e 13, para ministrar curso de capacitação técnica a profissionais de psicologia, psiquiatria e medicina familiar.

A equipe, organizada por rotarianos do bairro Butantã de São Paulo, conta com a experiência do auxílio às vítimas de desastres naturais de Santa Catarina, interior de São Paulo, Maranhão e Niterói. O custo do programa de capacitação e sua aplicação em Nova Friburgo será suportado por recursos de patrocinadores do clube rotário de São Paulo. A organização será feita por Reinaldo Franco, governador do Rotary indicado para o biênio 2012/2013 na capital paulista. O trabalho científico será coordenado pela Profª. Dra. em Psicologia, Ana Maria Zampieri, que desenvolve, desde 2008, o Programa de Ajuda Humanitária Psicológica.

O Programa já atingiu, até hoje, 6.600 pessoas entre crianças, adolescentes, adultos e idosos de diversos abrigos, além de bombeiros, militares, coordenadores de abrigos e profissionais do Serviço de Atendimento Médico de Urgência (SAMU).

LOCAL
Universidade Candido Mendes

DATAS E HORÁRIOS
Dia 10/02
14h às 15h - Abertura do prefeito Dermeval Barboza Moreira Neto, pronunciamentos de membros do Rotary e secretários Municipais.No decorrer da tarde o trabalho será restrito aos psicólogos e médicos.

Dia 11/02
8h às 17h - Capacitação restrita aos psicólogos e médicos e atendimento nos abrigos, conforme programa já enviado aos coordenadores.Dia 12/02 14h às 17h - Capacitação estará aberta a todos os profissionais interessados, como professores, assistentes sociais, defesa civil, bombeiros etc.

Dia 13/02
10h - Encerramento com Sociodrama Construtivista da Reconstrução, a cargo da Dra. Ana Maria Zampieri.As inscrições poderão ser feitas através do envio de currículo para Dra. Eliane Gomes, da Secretaria Municipal de Saúde, através do e-mail: elianegomespsi@hotmail.com; Dra. Claudia Quintanilha, do Conselho Regional de Psicologia ou Fany Zissu, psicóloga e rotariana em Nova Friburgo, pelo telefone 8129-6625 ou e-mail: fanyzissu@gigalink.com.br

Reforço na agricultura

Segundo a Prefeitura Municipal de Friburgo, o Governo do Estado do Rio de Janeiro e os municípios da Região Serrana ganharam mais um reforço no trabalho de recuperação da agricultura. O Banco Mundial (Bird) garantiu recursos não-reembolsáveis para o desenvolvimento de ações voltadas para produtores rurais de Nova Friburgo, Teresópolis, Petrópolis, Bom Jardim, São José do Vale do Rio Preto, Sumidouro e Areal. O anúncio foi feito nesta quarta-feira (9/2), pelo secretário de Agricultura e Pecuária, Christino Áureo, depois de apresentar ao gerente do Bird, Álvaro Soler, propostas de parcerias para ajudar na reconstrução da região.

A comitiva do Bird visitará, durante três dias, as microbacias de Petrópolis, Teresópolis e Nova Friburgo, acompanhada pela equipe do Programa Rio Rural. Os técnicos do programa da Secretaria de Agricultura e Pecuária apresentarão ao gerente do Banco Mundial e aos especialistas em desenvolvimento rural, meio ambiente, produção agropecuária e estradas os pontos críticos da Região Serrana. A missão ficará no Rio de Janeiro até a próxima semana e anunciará um plano conjunto emergencial e de médio a longo prazo para ajudar a minimizar os estragos causados pelos temporais.

Mais de três mil agricultores beneficiados

Para que os 3,2 mil mini agricultores que perderam suas propriedades em decorrência das chuvas possam retomar a produção e a comercialização de seus produtos, a Secretaria de Agricultura propõe a captação de mais créditos rurais. A reestruturação econômica das pequenas propriedades inclui ainda a reconstrução de estradas vicinais, a construção de imóveis e obras de melhoria no saneamento básico. Desde o início do trabalho de recuperação da região, o governo estadual disponibiliza maquinários fundamentais para o escoamento da produção rural, além de ferramentas de trabalho para o produtor.

Lições do voluntariado

Cada um do grupo colabora de sua maneira única e especial para que sejamos o que somos, uns nos dão força, outros clareza e há também a oportunidade de exercer o respeito aos limites dos outros, à diversidade e ao diferente a nós.

A nossa doação, nossa compaixão, nosso Amor começa por nós e emana para o Todo!

Contato com Fornecedores

Precisamos de contatos com os seguintes fornecedores:

1 - Paletes

Tanto o CEASA quanto a Cruz Vermelha Teresópolis precisam de melhores condições de estocagem dos donativos. Precisamos do contato para solicitar a doação.

2 - KIT Escolar - Canetas, lápis, lápis de cor, borrachas e mochila

A voluntária do CESOrj, Vanessa Moraes, conseguiu através de seus contatos a doação de 2 toneladas de cadernos; agora precisamos correr atrás do restante do material para entregarmos o quanto antes. Detalhes na reunião semanal de hoje, 19h30, no colégio Notre Dame em Ipanema.

3 - Concessionárias

Estamos com um projeto/proposta a ser entregue a concessionárias tipo Mitsubishi, Troller, Toyota, enfim, marcas que tenham 4x4 - agradecemos contatos com donos ou com alguém influente.

Voluntariado contínuo e sustentável - CESOrj na Globonews



Pouco tempo para tanto tema. Em breve vídeos do próprio CESOrj abordando aquilo que por falta de tempo ou espaço não pode ser abordado.

terça-feira, 8 de fevereiro de 2011

Calendário de volta às aulas na região serrana

A Secretaria de Estado de Educação informa que, das 80 escolas estaduais localizadas na Região Serrana, duas em Nova Friburgo não terão condições estruturais de iniciar o ano letivo ontem (07/02). No entanto, para garantir o cumprimento do calendário, a SEEDUC está providenciando o remanejamento dos alunos dessas unidades para outras no entorno. Os estudantes dos colégios estaduais Professor Jamil El-Jaick e Dr. Galdino do Valle Filho serão alocados, temporariamente, no Instituto de Educação de Nova Friburgo e no Ciep Brizolão 123 – Glauber Rocha, enquanto as obras de reparo estiverem acontecendo.

A SEEDUC esclarece, ainda, que outras sete escolas estaduais da região (duas em Sumidouro, duas em Nova Friburgo e três em Bom Jardim) estão recebendo desabrigados ou funcionando como base da Defesa Civil no momento. Para que essas unidades estejam aptas a iniciar o ano letivo no dia 7, os secretários de Estado de Educação, Wilson Risolia, e de Assistência Social e Direitos Humanos, Rodrigo Neves, se reuniram ontem para traçar ações estratégicas, que contam também com a parceria da Empresa de Obras Públicas do Estado (Emop). A partir do encontro, uma força-tarefa foi criada para transferir os desabrigados para outros espaços e realizar o trabalho de manutenção, limpeza e de pequenos reparos durante todo o final de semana.

Em Bom Jardim, no C.E. Dr. Péricles Corrêa da Rocha, as aulas serão adiadas em uma semana, devido a reformas de pequeno porte. No dia 14 de fevereiro, as atividades terão início normalmente, com planejamento adequado às necessidades específicas identificadas.

Fonte: Assessoria de Comunicação da Seeduc

Sem chuva forte

O coordenador da Defesa Civil de Nova Friburgo, coronel Roberto Robadey, informou que, segundo as previsões metereológicas, não há expectativa de fortes chuvas no município nas próximas duas semanas. Robadey ressalta que, a qualquer aviso climático de fortes precipitações, alertas serão emitidos à população.
As informações são da Secretaria de Comunicação de Friburgo.

segunda-feira, 7 de fevereiro de 2011

Depoimento


Os relatos da tragédia são muitos, mas diante de tanto sofrimento resolvi buscar informações sobre um lugar especial... O medo era que esse lugar (mágico, com certeza) também tivesse sido destruído... É o Jardim do Nêgo. Um sítio, na estrada Friburgo-Teresópolis, na altura do Campo do Coelho. Como o nome diz, trata-se de um jardim. Mas é um jardim de esculturas a céu aberto. Todas esculpidas pelo Nêgo, um artista fantástico.

A matéria-prima do Nêgo é a terra. Cada pedacinho do sítio foi delicadamente esculpido. Há "a mulher" (foto). Ela vive desde 1980 logo atrás da casa do Nêgo (abalada por um deslizamento), protegida por uma camada de musgos que caprichosamente lhe dá roupas diferentes conforme a estação do ano. Há a tartaruga, cujo casco é uma pedra que "apareceu" ali mesmo, naquele pedacinho de barranco. Há elefantes, um bebê, uma família de retirantes... Havia um presépio onde o visitante interagia e virava o próprio menino Jesus. Mas essa obra foi destruída pela mesma terra que é matéria-prima, assim como parte da Índia, assim como os cachorros selvagens que subiam pelas pedras, assim como o bêbado em construção...

Estive no Jardim do Nêgo no último domingo. Está fechado para visitação. A previsão é de que volte a receber turistas apenas em abril. Não tirei fotos das esculturas afetadas. Não se faz necessário guardar imagens de obras de arte destruídas... Mas guardo a mensagem do próprio artista. Em 15 minutos de conversa Nêgo fala dos poderes do Universo, das sinalizações que o número 3 dá ao mundo, dos ensinamentos budistas, cita Franz Kafka e Allan Kardec... Tudo para terminar dizendo: Eu olhava para cada canto e tudo já estava esculpido. Olha quanta terra eu tenho agora!

Aguardarei feliz até abril.

Yuki

Conheça o Jardim do Nêgo aqui.

Sinais de alerta na serra

O morro da foto ao lado fica na estrada Conselheiro Paulino/Riograndina, em Friburgo - um dos acessos a municípios como Carmo e Sumidouro. Na parte alta, um trecho de mata simplesmente morreu, numa indicação de que o solo se movimentou e ameaça cair numa próxima chuva forte. É a natureza mostrando seus sinais.

Firjan auxilia empresários

O Sistema Firjan realiza nesta quarta-feira, dia 9, das 9h às 18h, o Feirão SOS Empresas, no Country Club de Friburgo, para atender os empresários da região prejudicados pelas fortes chuvas no mês passado. O objetivo é orientar e dar informações sobre financiamentos, questões tributárias, trabalhistas, sindicais e ambientais, certidões, e outros assuntos empresariais.


O evento é uma ação inédita e gratuita para ajudar na reestruturação das empresas. Estarão presentes Fecomércio, Sebrae, Banco do Brasil, BNDES, Bradesco, Caixa Econômica, Itaú, Claro, Tim, Vivo, Oi, Energisa, Inea, Investrio, Junta Comercial, Receitas Federal e Estadual e Secretaria Municipal de Meio Ambiente, Secretaria Municipal de Fazenda, Câmara de Dirigentes Lojistas de Nova Friburgo e Sindicato do Comércio Varejista de Nova Friburgo.

FEIRÃO SOS EMPRESAS

9 DE FEVEREIRO DE 2011

HORÁRIO: DAS 9H ÀS 18H
LOCAL: NOVA FRIBURGO COUNTRY CLUBE – AV. CONSELHEIRO JULIUS ARP, 140 – NOVA FRIBURGO

domingo, 6 de fevereiro de 2011

Informações para produtores rurais

Estas são algumas informações de operação de crédito do Banco do Brasil. Mais orientações podem ser dadas por consultores do Sebrae/RJ na tenda montada na Pça Dermeval Barbosa Moreira, em Friburgo, ou nas agências do Banco do Brasil.

• Operações de Crédito Rural em Ser
> Alteração do cronograma, de forma automatizada, de todas as parcelas e operações de custeio e investimento, com vencimento entre 01/01/2011 e 30/06/2011, para 180 dias após o vencimento previsto.
- Pronaf.
- Proger Rural / Pronamp.
- MCR 6.2 e 6.4.
- Operações do Programa Moeda Verde.

• Prorrogação de Dívidas: Prorrogação das parcelas de custeio e investimento, exceto perdas, nos moldes tradicionais, porém com processo simplificado e prazo de até 10 anos, incluído dois de carência, exceto operações do BNDES e Funcafé.
• Dispensa da análise de capacidade de pagamento.
• Possibilidade de dispensa do pagamento de entrada.
• Formalização mediante utilização de carimbo-texto.
• Disponibilização de recursos para a contratação de novas operações com os seguintes parâmetros:
> Pronaf: até R$ 50 mil, prazo de até 10 anos, sendo até três de carência.
Pronaf Custeio: Até R$ 10 mil ................................. 1,5% a.a.
Acima de R$ 10 mil e até R$ 20 mil 3% a.a.
Acima de R$ 20 mil e até R$ 50 mil 4,5% a.a.

Pronaf Investimento: Até R$ 10 mil ........................ 1% a.a.
Acima de R$ 10 mil e até R$ 20 mil 2% a.a.
Acima de R$ 20 mil e até R$ 50 mil 4% a.a.

 Pronaf Mais Alimentos: destinado a projetos de investimento para as culturas previstas na linha e implementos / veículos utilitários admitidos pelo MDA – site: www.mda.gov.br
 Pronamp: até R$ 200 mil, prazo de até oito anos, sendo três de carência.
 MCR 6.2 para investimento fixo: até R$ 200 mil, prazo de até 10 anos, sendo dois de carência.
 MCR 6.2 para investimento semi-fixo: até R$ 200 mil, prazo de até seis anos, sendo dois de carência.

Notícias do Front

CESOrj dando duro nos donativos do CEASA e indo a campo após receber informações de localidades isoladas e semi-isoladas. Muitos atendimentos, muitas histórias, muito trabalho por fazer.

Encontrando gente fantástica pelo caminho, como os Veterinários na Estrada: 300 castrações, 700 atendimentos e 60 amigos caninos para serem doados; trabalho maravilhoso! E encontro com as amigas Yuki Yokoi e Larriza Thurler, autoras deste blog.

Precisamos de mais jipeiros, mais motos, mais psicologos, mais engenheiros para darmos muito mais Amor.

sábado, 5 de fevereiro de 2011

Atendimento psicológico

A Universidade Estácio de Sá, solidarizando-se com a delicada situação em que se encontra a população friburguense, está disponibilizando apoio psicológico gratuito para os afetados pela tragédia do dia 12 de janeiro. O Serviço de Psicologia Aplicada (SPA) funciona de segunda à sexta, das 9h às 18h, no campus da universidade, que fica no Jardim Sans Souci s/nº, nas Braunes.

O atendimento é feito por estagiários do curso de Psicologia. São mais de 20 profissionais prontos para amparar as vítimas da tragédia. Os interessados farão um pequeno cadastro e terão apoio por tempo indeterminado. O telefone para contato é 22-525-1523.

Fonte: A Voz da Serra

sexta-feira, 4 de fevereiro de 2011

OAB/RJ promove neste sábado mutirão da cidadania 'Reage Friburgo'

Segundo O Globo Online, será realizado neste sábado, dia 5, em Nova Friburgo, o evento Reage Friburgo, promovido pela OAB/RJ, para auxiliar as vítimas das chuvas de janeiro na Região Serrana. O atendimento será realizado das 10h às 16h, na quadra da Escola Alunos do Samba, em Conselheiro Paulino.

Os serviços do mutirão vão desde o atendimento psicológico até a confecção de documentos, orientações sobre FGTS, linhas de crédito e direitos do consumidor, do trabalho e ambiental. Uma equipe formada por funcionários da OAB/RJ e da Caarj vai promover a limpeza da creche São José, localizada ao lado da quadra. Serão distribuídos brindes e atividades recreativas e pedagógicas às crianças, desenvolvidas pela Secretaria Municipal de Educação.

quinta-feira, 3 de fevereiro de 2011

Firjan libera mais de 600 vagas gratuitas para cursos em Friburgo

A Firjan vai oferecer 632 vagas gratuitas para cursos na área de Construção Civil. As vagas estão distribuídas entre os cursos de Armador de Bancada (32), Carpinteiro de Formas de Bancada (48), Eletricista de Obras I (144), Estucador (32), Ladrilheiro (32), Pedreiro de Alvenaria (128) e Pintor de Alvenaria (216), que serão ministrados pelo Senai-RJ. As turmas iniciam a partir do dia 14 de março, em tenda de 300 m² montada no Sesi do município. A exceção é para o curso de Eletricista de Obras, que acontecerá no Senai. Todas as formações vão permitir que os profissionais atuem na reconstrução da cidade. Os interessados podem se inscrever no Senai de Nova Friburgo, que fica na Rua Prefeito José Eugênio Muller, 220, Centro. É necessário levar cópia dos documentos de identidade e CPF, comprovante de escolaridade e de residência. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone 0800-0231231.

IPTU suspenso temporariamente em imóveis interditados pela Defesa Civil em Friburgo

Segundo a Secretaria de Comunicação da Prefeitura de Nova Friburgo, o prefeito em exercício na cidade, Dermeval Barboza Moreira Neto, assinou no dia 2 de fevereiro o Decreto Nº 23, determinando a suspensão temporária da cobrança do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU), referente ao exercício de 2011, dos imóveis comprovadamente interditados pela Defesa Civil do município.

A Secretaria Municipal de Fazenda só voltará a cobrar o IPTU dos imóveis localizados nas áreas atingidas após uma avaliação, quando necessário, tendo como base um laudo a ser elaborado pela Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Defesa Civil.

Serviço para agricultores em Bom Jardim

Fonte: redação do in360 RJ


A prefeitura de Bom Jardim informa aos agricultores que tiveram suas lavouras diretamente atingidas pelas fortes chuvas do dia 12, que por um período de noventa dias, a secretaria municipal de agricultura fornecerá o serviço de aração e gradeação de forma gratuita. Para ter direito, o agricultor deverá solicitar o laudo junto à Emater e dirigir-se à secretaria.

MDA na tenda do Sebrae/RJ

Funcionários do Ministério do Desenvolvimento Agrário estão na tenda do Sebrae/RJ, na Praça Dermeval Barbosa Moreira, em Nova Friburgo, até sábado, para dar orientações sobre o seguro Pronaf, para os agricultores que tiveram perdas em lavouras ou criações. O ponto de atendimento funciona das 9h às 18h. Lá também é possível obter orientações sobre aposentadoria, além de emitir CPF e segunda via de identidade. Segundo o secretário de Agricultura de Nova Friburgo, Roberto Wermellinger, no Ceasa de Conquista, técnicos do Emater estão oferecendo atendimento.

Relatos da catástrofe II



Nosso guia local conta como era a região antes e comenta a tragédia.

ReNova Friburgo


Uma contribuição para o resgate da autoestima da população friburguense. Foi com este objetivo que o cartunista Dil Márcio criou o movimento ReNova Friburgo. “Na prática, o ReNova Friburgo significa pedir às pessoas que tiveram sua integridade preservada que doem um pouco de seu tempo a quem perdeu tudo e precisa de atenção. Tenho certeza de que há um abrigo próximo da residência de todos. Basta ir até lá e oferecer a ação que cada um pode praticar”, orienta Dil. Ele informa que a iniciativa não visa arrecadar donativos em dinheiro. Segundo Dil, as ações iniciais recomendadas pelo ReNova Friburgo são: visitar os abrigos e conversar com todos, oferecendo-lhes palavras de incentivo; brincar com as crianças; levar livros e contar histórias; ensinar atividades, como artesanato, arte e opções recreativas; levar material para compartilhar; ouvir os idosos; e sempre substituir a palavra “tragédia” por “renovação”.

Mais informações sobre o ReNova Friburgo podem ser adquiridas através do e-mail dilmarcio@hotmail.com.

Fonte: Jornal A Voz da Serra

quarta-feira, 2 de fevereiro de 2011

Assembléia sobre a Região Serrana

INFORMATIVO CRP RJ

Notícias 2011
Convocação para assembleia sobre a Região Serrana
Dando sequência ao planejamento definido em reunião com o Conselho Federal de Psicologia (CFP) e a Rede de Cuidados da Região Serrana, o Conselho Regional de Psicologia do Rio de Janeiro (CRP-RJ) convoca os psicólogos interessados em debater a situação da Região Serrana do Estado para uma Assembleia, nesta sexta-feira, dia 4 de fevereiro, as 14h, no Campus Maracanã da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj), no Auditório 33.

O objetivo da Assembleia é discutir a situação da região serrana e as contribuições da psicologia nessa situação de "Emergências e Desastres".

Data: 04/02/2011
Horário: 14h
Local: Uerj, Campus Maracanã (Rio de Janeiro), Auditório 33
Mais informações: (21) 2139-5439

Relatos da catástrofe



Morador da Prainha, zona rural de Nova Friburgo, conta como tudo aconteceu, dando relato preciso do momento da tragédia. Sua família continua morando em área de risco.

Esta é uma das famílias que precisam ser realocadas: estamos trabalhando nisto.

Mas precisamos de mais engenheiros voluntários para nos auxiliar nesta tarefa.

A união consciente faz a força e traz a Luz



A importância da união, do planejamento, do voluntariado, da conscientização do racionamento, a constatação referente ao governo, dos problemas a serem enfrentados: um apanhado geral da primeira reunião do QG civil, sob liderança dos diretores do CEASA e apoio do CESOrj.

Precisa-se de engenheiros voluntários, urgente!



O vídeo traz o relato desta família entregue a própria sorte.

Um engenheiro pode salvar a vida desta família e diminuir a angústia e o sofrimento.

Relatos da busca por ajuda e de como a Defesa Civil sozinha não está dando conta do que é necessário. Denúncia da falta de água anterior ao desastre; falta crônica de recolhimento de lixo. E um pedido: averiguar o risco da casa.

Solidariedade vinda do Sul

Esta semana chegaram ao Ceasa 31 caixas com produtos de higiene pessoal, água, entre outros. As doações foram arrecadadas por um grupo do Rio Grande do Sul, da cidade de Campo Bom - que já enviou outras 16 caixas. Tudo começou com um empresário de lá que, ao ligar para um empresário friburguense com quem viajou em uma missão à China, decidiu mobilizar, com sua mãe, um grupo de amigos e outras empresas para comprar e enviar material para os lugares que não estavam sendo tão assistidos. Mesmo à distância, as energias estão em sintonia para recomeçar, reconstruir e seguir em frente.

terça-feira, 1 de fevereiro de 2011

BOPE na Serra - estratégia de domínio, controle e neutralização dos efeitos do desastre

Explicação das ações estratégicas de domínio, controle e neutralização dos efeitos do desastre.

Major Rodrigo, segundo em comando na "Missão (Re) Conquista" de auxílio às vítimas e de toda região serrana, cujo QG era o CEASA de Conquista, explica detalhadamente toda a operação do BOPE na região em um relato franco e objetivo, explicando um pouco da complexidade da região e características da missão, bem como ressaltando a importância do trabalho voluntário.





CAVEIRA E CORAÇÃO


A cara do grupo é o mosaico do sorriso de todos nós, dos que ajudam e dos que são ajudados. Interdependência é isso. Amor. ~:)

Cancelamento das contas de gás em Friburgo

A CEG RIO, empresa responsável pela distribuição de gás natural na Região Serrana, informa que está cancelando as contas de gás de seus 1.047 clientes residenciais de Nova Friburgo, com vencimento em 26/01.

Por medida de segurança, a CEG RIO precisou interromper o abastecimento de gás existente na cidade e, com isso, também não emitirá cobrança relativa ao período de interrupção do abastecimento.

Riscos e cuidados após as enchentes

O Ministério da Saúde divulgou algumas dicas e medidas que devem ser aplicadas antes, durante e depois dos desastres naturais:

  • Sempre filtre e ferva a água por três minutos antes de beber. Caso não possa fervê-la, trate-a com hipoclorito de sódio (2,5%) – 2 gotas por litro de água – deixe descansar por 15 min. Isso elimina vírus, bactérias ou parasitas que podem causar doenças.
  • Alimentos e embalagens já abertas que tiveram contato direto com água da enchente não devem ser consumidos. Alimentos industrializados e embalados em vidro, lata, a vácuo e em caixa tipo “longa vida”, que se encontram fechados e sem sinais de alteração, devem ter suas embalagens higienizadas com 2 colheres (sopa) de hipoclorito de sódio (2,5%) em 1 litro de água.

Para saber mais sobre os cuidados necessários em caso de enchentes acesse as cartilhas do Ministério da Saúde:
Informações gerais: saiba como agir em caso de enchentes
Prevenção de doenças infecciosas respiratórias

Fonte: http://obsma.blogspot.com/2011/01/riscos-e-cuidados-apos-as-enchentes.html

Orientação empresarial na Região Serrana

A partir desta semana, o Sebrae/RJ intensificará o trabalho de orientação às empresas dos municípios da Região Serrana, com pontos de atendimento especiais em Nova Friburgo, Petrópolis, São José do Vale do Rio Preto, Teresópolis e Areal.

Empresários e empreendedores poderão tirar dúvidas sobre linhas de crédito, isenção e prorrogação de tributos, abertura e legalização de empresas. Serviços como emissão de certidões empresarias e expedição de documento de identificação também serão oferecidos gratuitamente.

A ideia é que pontos de atendimento temporários sirvam de base para entidades afins, bancos e agências de fomento. Por exemplo, graças a uma parceria com a Jucerja, haverá emissão gratuita certidões empresariais. Já em Nova Friburgo, o Detran expedirá segunda via de carteira de identidade.

Outra ação em andamento é o mapeamento de demadas e ofertas e a identificação de oportunidades de negócios, por meio de visitas de consultores às empresas e preenchimento de um diagnóstico por empresários que comparecem aos pontos de atendimento.

Confira datas e locais:

Nova Friburgo
Praça Demerval Barbosa Moreira (em frente à catedral)
Até dia 28/2
De segunda a sábado, das 9h às 18h

Petrópolis
Sub-prefeitura em Itaipava - Estrada União e Indústria – 10/ 770 – Itaipava
De 2/2 a 16/2
De segunda a sexta, das 9h às 18h

Teresópolis
Praça da Matriz - Santa Tereza / Várzea
De 2/2 a 16/2
De segunda a sexta, das 9h às 18h

São José do Vale do Rio Preto
Praça João Werneck - Centro
De 3 a 17/2
De segunda a sexta, das 9h às 18h

Areal
Av. Amaral Peixoto, 238 – Centro
De 3 a 17/2
De segunda a sexta, das 9h às 18h

Encontro marcado

Um minuto de silêncio pelas vítimas das chuvas. Energia positiva para os que ficaram e precisam reconstruir a vida. Estão todos convocados. Vá de branco no dia 12, às 12h, na Praça Demerval Barbosa Moreira (em frente ao Ienf), Centro de Friburgo. Participe e divulgue!